Narrativa e heterogeneidade discursiva: os diferentes modos de contar histórias

Alba Maria Perfeito

Resumo


Considerando a narrativa como ato discursivo que se compromete, em essência, com o acontecimento, com a expressão da realidade em movimento, ou, segundo Fiorin (1991), como o simulacro da ação do homem sobre o mundo, ressaltamos, de início, a convergência entre lingüistas, psicólogos e psicolingüistas na ênfase dada a esse gênero discursivo, no âmbito da psicologia cognitiva e popular, assim como no processo de aquisição e desenvolvimento da linguagem.


Palavras-chave


Narrativa; Heterogeneidade discursiva; Desenvolvimento da linguagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2000v3n1p73



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876