Aquisição da leitura-escrita na pré-escola: algumas reflexões

Lélia Erbolato Melo

Resumo


A aquisição da leitura-escrita é, muitas vezes, colocada de modo apaixonado ou ideológico, como uma conseqüência, talvez, das diferentes abordagens tanto por parte dos pedagogos, como também dos psicólogos/psicolingüistas. Neste trabalho, pretendemos inicialmente apresentar algumas reflexões a esse respeito, a partir de Gérard Chauveau et alii (1993). O objetivo não é validar uma teoria particular, mas propor e discutir três aspectos que consideramos pertinentes para o estudo da entrada da criança na escrita, com base nos dados coletados em pesquisa realizada com cinco crianças, na faixa etária de cinco anos, que freqüentavam uma creche da Universidade de São Paulo.


Palavras-chave


Aquisição da leitura-escrita; Pré-escola; Crianças.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2000v3n1p63



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876