A fossilização de erros: o estado da questão

Adja Balbino de Amorim Barbieri Durão

Resumo


No presente ensaio pretende-se apresentar o resultado do rastreamento de textos relativos à fossilização de erros em segundas línguas/línguas estrangeiras (L2/LE), fenômeno lingüístico que refere-se ao reaparecimento regular de estruturas lingüísticas que não se correspondem às da língua objeto (LO) produzidas por aprendizes de L2 e que se fixam na interlíngua (IL) dos estudantes. A intenção de trazer à luz estas reflexões relaciona-se ao fato de que o fenômeno é visto como um dos traços principais das interlínguas, de ser um elemento característico do processo de aquisição/aprendizagem das L2/LE, não acontecendo na aquisição das línguas maternas/primeiras línguas (LM/LI) e, acima de tudo, porque a fossilização tem a virtude de poder atuar como elemento bloqueador da progressão esperada ou da produção fluída nessa LO.


Palavras-chave


Fossilização de erros;Llínguas estrangeiras; Aprendizagem das L2/LE.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2000v3n1p47



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876