Aspectos do sistema de marcação de caso da língua Suyá

Ludoviko dos Santos

Resumo


O Suyá, cujos falantes se auto-denominam K?sêdjê, é uma língua da família Jê falada por cerca de 300 indivíduos que vivem em duas aldeias localizadas no Parque Indígena do Xingu, Mato Grosso, Brasil. Essa língua apresenta um sistema de marcação de caso cindido. Há uma primeira cisão mais abrangente, condicionada pela natureza semântica da LN (locução nominal): as orações simples com S (sujeito de verbo intransitivo) ou A (sujeito de verbo transitivo) nominais têm um padrão de marcação de caso diferente do que ocorre em orações com S e A pronominais. Nestas últimas, por sua vez, há uma outra cisão condicionada pelas categorias de tempo/aspecto e negação.

Palavras-chave


Sistema de Marcação; Caso Cindido; Língua Suyá.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.1999v2n1p231



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876