Projetos de trabalho: ferramenta para formação continuada de professores na escola

Marcos Antonio Rocha Baltar, Maria Eugênia T. Gastaldello, Marina Araújo Camelo, Priscila Kuhn Derlam

Resumo


O presente artigo discute a pedagogia de projetos de trabalho como contribuição para o desenvolvimento de competências envolvendo professores em processo de formação continuada. O escopo teórico está alicerçado nas contribuições do Interacionismo sociodiscursivo de Bronckart (1999), principalmente, no que tange aos conceitos de atividade e ação de linguagem, nos aportes de Hernández (1998a, 1998b) sobre projetos de trabalho, de Perrenoud (1999) acerca do conceito de competência e de Baltar (2006) acerca do conceito de competência discursiva. Os procedimentos metodológicos seguem a dinâmica da pesquisa-ação: problematização, ação, reflexão, transformação, conforme Andaloussi (2004), a partir do acompanhamento da criação e execução de um projeto de trabalho em uma escola pública de Flores da Cunha-RS. Os resultados indicam o desenvolvimento de múltiplas competências dos sujeitos partícipes do projeto e a necessidade da escola repensar seu planejamento didático-pedagógico, na direção de um trabalho colaborativo, que promova na comunidade escolar, interdisciplinarmente, sua emancipação sociodiscursiva.


Palavras-chave


Projetos de trabalho; Pesquisa-ação; Atividades de linguagem; Competência discursiva; Formação continuada.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2007v10n2p177



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876