Poderes e micropoderes na leitura de livros manuscritos medievais: um estudo sobre os Livros de Linhagens da Idade Média Portuguesa

José D’Assunção Barros

Resumo


Este artigo objetiva examinar algumas questões referentes às relações entre “poder”, “produção de livro” e “leitura”, “livro” na época dos livros manuscritos medievais – refletindo sobre esta questão através dos ‘livros de linhagens’ portugueses dos séculos XIII e XIV. Na primeira parte do artigo, são examinadas as relações entre poder, sociedade e o texto dos ‘livros de linhagens’. Na segunda parte, a análise é direcionada para as relações entre poder, sociedade e o livro enquanto objeto submetido a controles sociais diversos.


Palavras-chave


leitura, Poder; Livro de linhagens.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2010v13n1p61



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876