Abordagem pancrônica à gramaticalização de daí como conector

Maria Alice Tavares

Resumo


Em decorrência da gramaticalização, a forma daí foi estendida a diversos empregos gramaticais no português brasileiro. Sob os auspícios do quadro teórico do funcionalismo lingüístico, investigo esses processos de mudança. Para tanto, utilizo: (i) dados extraídos de textos escritos em português do século XIII ao século XX; (ii) 48 entrevistas do Banco de Dados VARSUL, que foram coletadas ao longo da última década do século XX. Com base em evidências sintáticas, semânticas e pragmáticas, proponho trajetórias provavelmente seguidas por daí, partindo de usos dêiticos espaciais e chegando a usos conectivos, em que estabelece elos entre segmentos do discurso. Quatro mecanismos parecem estar envolvidos nesses processos de mudança: metáfora, metonímia, reanálise e analogia.


Palavras-chave


Daí; Gramaticalização; Mecanismos de mudança

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2006v9n2p245



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876