Os Enunciados de Comando da Prova do ENEM e sua Relação com Competências e Capacidades para a Resolução de Situações-Problema

Maria Ilza Zirondi, Elvira Lopes Nascimento

Resumo


Este trabalho é uma reflexão sobre a Prova do ENEM como um gênero textual de avaliação, visto não apenas como uma construção estrutural codificada por elementos da língua com mero propósito de avaliação de “competências” leitoras e produtoras de texto “apreensíveis” nas respostas dadas às questões, mas como uma relação dos múltiplos aspectos que envolvem a ação de linguagem de um agente, que se dá sob a forma de um texto – materialidade empírica, cujas propriedades organizacionais internas são determinadas por essa ação que o gerou. Disponível no arquitexto (BRONCKART, 2006, p. 145) de nossa comunidade, buscamos analisar sob a perspectiva do interacionismo sócio-discursivo a complexidade das operações de linguagem que em grande número permeiam a Prova e configuram o gênero. Considerando que o ENEM avalia até certo ponto o ensino, pressupomos que, buscar uma melhor percepção dos mecanismos operantes entre ensino/aprendizagem e avaliação, reveste-se de grande importância social, pois pode significar iniciativas para revisão e reavaliação dos PCNEM, do material fornecido pelo Plano Nacional do Livro Didático (PNLD) e da própria estruturação curricular elaborada pelas escolas que desenvolvem trabalho com ensino médio.


Palavras-chave


Prova do ENEM; Interacionismo sócio-discursivo; Avaliação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2006v9n2p289



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876