Estratégias conversacionais: um jogo de intencionalidades no processo interacional

Patrícia Karin de Almeida Rodrigues

Resumo


O objetivo deste estudo é analisar a construção e representação das estratégias conversacionais na conversação humana. Para isso, escolhemos um diálogo de ficção, a fim de mostrar como dois falantes que se alternam usam recursos lingüísticos similares para atingir fins diferentes. Esse estudo está também centrado na discussão da relação entre a representação e a realidade com noções sobre interação e poder. Nesse contexto, refletimos sobre os sentidos produzidos pelas pessoas durante o processo interacional. Para esse estudo, escolhemos trechos do diálogo de ficção Hora de dormir escrito por Fernando Sabino em 1972. Na análise do corpus, composto por diversas seqüências discursivas que retratam práticas e contextos sociais, observamos sentidos que podem representar um diálogo natural. Concluímos este artigo confirmando que os falantes possuem infinitas possibilidades de comunicação para atingirem seus objetivos na interação. As estratégias conversacionais são usadas para mostrar isso.


Palavras-chave


Interação; Estratégias conversacionais; Diálogo de ficção.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2006v9n2p233



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876