Processos argumentativos como recursos de interação em aulas

Paulo de Tarso Galembeck

Resumo


 

Este texto trata dos processos argumentativos empregados em aulas para os ensinos médio e superior. É enfatizado o fato de que o uso desses procedimentos só pode ser compreendido dentro da situação específica de comunicação e interação, a aula. Os procedimentos de mais alta freqüência são as relações causais (causa e conseqüência), as citações ou testemunhas, os exemplos, que são aqueles que mais adaptam à interação em aulas. Os demais procedimentos de argumentação requerem uma elaboração mental maior e, por isso, não são discutidos neste trabalho.

 


Palavras-chave


Língua falada; Interação; Argumentação; Aulas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2002v5n1p185

Signum: Estudos da Linguagem
Email: signum@uel.br

 

E-ISSN: 2237-4876

ISSN: 1516-3083