O ato “responsível”, ou ato ético, em Bakhtin, e a centralidade do agente

Adail Sobral

Resumo


Este artigo apresenta considerações acerca da maneira pela qual Bakhtin, em sua concepção do ato ético, ou ato “responsível”, propõe e defende a centralidade do agente em sua relação ética com outros agentes, no contexto concreto da ação, como o cerne do agir humano. Com esse objetivo, percorre a obra Para uma filosofia do ato depois de situá-la em seu contexto histórico de surgimento, vital para a sua devida compreensão.


Palavras-chave


Bakhtin; Dialogismo; Filosofia do ato.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2008v11n1p219

Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876