Análise semiolinguística de poema de Castro Alves

Letícia Jovelina Storto, Vanessa Hagemeyer Burgo, Mariana Vidotti Rezende

Resumo


Este trabalho tem por objetivo apresentar uma leitura possível, dentro da perspectiva da teoria semiótica greimasiana, do poema “Adormecida”, de Castro Alves. Apresenta-se, inicialmente, uma breve abordagem dessa teoria, enfatizando-se o percurso gerativo de sentido de Greimas, que dá o suporte teórico para a análise do poema. Em seguida, discute-se a Metodologia de Campos Lexicais de Georges Maurand que será adotada para o estudo do texto. Por fim, a partir da divisão do poema em campos lexicais, são analisados os três níveis do percurso gerativo: fundamental, narrativo e discursivo. Por meio do exame do poema, pode-se verificar que “Adormecida” apresenta uma importante oposição semântica sedução vs. pureza, cuja temática perpassa todo o texto poético.

Palavras-chave


Semiótica. Análise semiolinguística. Poema.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2013v16n1p259



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876