Web 2.0 e formação de professoras/es de línguas estrangeiras/adicionais : foco em um grupo de estudos virtual

Viviane Pires Viana Silvestre, Rosane Rocha Pessoa

Resumo


 

No cenário contemporâneo, torna-se cada vez mais urgente refletir sobre como os recursos disponibilizados pelas novas tecnologias de informação e comunicação podem servir à educação e, mais especificamente, à formação de professoras/es. Este estudo, de base qualitativo-interpretativista (Denzin; Lincoln, 2006), reflete sobre possíveis contribuições e limitações do recurso disponibilizado pela Web 2.0 “grupo de estudos virtual”, desenvolvido a partir do grupo de discussão GoogleGroups, para a formação de professoras/es de línguas estrangeiras/adicionais. Para tanto, temos como foco de análise alguns dados das interações virtuais do grupo de estudos “XXX” – Formação de professoras/es de língua estrangeira” e as considerações de algumas/uns de suas/seus participantes, geradas por meio de um questionário semiaberto, acerca desse recurso virtual de formação docente. A análise aponta a relevância desse recurso potencializado pela Web 2.0 para a formação continuada docente e nos incita a buscar maneiras de otimizá-lo, problematizando suas limitações, e ao mesmo tempo de torná-lo mais acessível a outras/os professoras/es de línguas estrangeiras/adicionais.

 


Palavras-chave


Grupo de estudos virtual; Web 2.0; Formação de professoras/es de línguas estrangeiras/adicionais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2015v18n2p423



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876