A variável sexo/gênero e o uso de tu/você no sul do Brasil

Lucelene Teresinha Franceschini, Loremi Loregian-Penkal

Resumo


O presente estudo tem por objetivo traçar uma análise comparativa da influência da variável sexo/gênero no uso dos pronomes tu/você em cinco cidades catarinenses (Florianópolis, Blumenau, Lages, Chapecó e Concórdia) e em quatro cidades gaúchas (Porto Alegre, Panambi, São Borja e Flores da Cunha). Os dados de Concórdia foram retomados de AUTOR 1 (2011) e os das demais cidades de AUTOR 2 (2004). As pesquisas foram efetuadas a partir de uma amostra de 24 informantes de cada cidade, distribuídos por sexo/gênero, duas faixas etárias e três níveis de escolaridade. Para a análise estatística dos dados coletados foi utilizado o pacote de programas VARBRUL (PINTZUK, 1988). Os resultados apontam, em linhas gerais, as mulheres como favorecedoras do pronome canônico tu; entretanto, a correlação do sexo/gênero com a faixa etária e a escolaridade dos falantes aponta as mulheres mais jovens e com ensino médio rumo a um maior uso do pronome inovador você, assim como os homens da amostra.

Palavras-chave


Sociolinguística; Tu/você; Sexo/gênero.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2015v18n1p182



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876