Vogais médias pretônicas na fala da região sudeste: um panorama geo-sociolinguístico

Silvia Figueiredo Brandão, Fabiane de Mello Vianna da Rocha

Resumo


Tem-se por objetivo traçar um panorama geo-sociolinguístico do comportamento das vogais médias em contexto pretônico na fala da Região Sudeste, com base em estudos sociolinguísticos realizados em comunidades dos estados do Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Apresentam-se e discutem-se fatores linguísticos e extralinguísticos que condicionam os processos de alçamento, manutenção e abaixamento de timbre na fala de cada comunidade. Demonstra-se que, na fala da Região, em que predominam as variantes médio-altas, fica evidente a relevância da natureza da vogal subsequente para a implementação do processo de harmonização vocálica, quer se trate de alteamento, quer de abaixamento. Do ponto de vista diatópico, observam-se aspectos divergentes que demonstram a maior complexidade da área mineira e, provavelmente, da capixaba, frente às do Rio de Janeiro e de São Paulo, o que pressupõe a existência de diferentes áreas linguísticas, sobretudo no que respeita ao primeiro dos mencionados estados.

Palavras-chave


Vogais médias pretônicas; Região Sudeste; Variação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2015v18n1p333



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876