Acontecimento e(m) discurso: a disputa de sentidos sobre a ocupação de uma favela carioca em relatos jornalísticos brasileiros e estrangeiros

Andréa Rodrigues, Lucia Maria Alves Ferreira

Resumo


Este trabalho apresenta uma análise dos modos como acontecimentos envolvendo a ocupação da favela carioca da Rocinha são discursivizados nos textos e imagens de matérias veiculadas nas versões online dos jornais O Globo, Clarín e Le Monde. A pesquisa é realizada a partir da abordagem teórica da Análise do Discurso, especialmente as noções de formação discursiva, memória discursiva (cf. Courtine, 1981), de opacidade (cf. Orlandi, 1999) e de palavra-acontecimento (cf. Moirand, 2008, 2012). Os sentidos sobre os acontecimentos no Rio de Janeiro são regulados pelas possibilidades do dizer sobre a cidade no momento atual, as quais remetem à memória da cidade e a um contexto imediato, em que o Rio é significado como a sede das Olimpíadas de 2016 e de parte da Copa de 2014. Ao comparar a produção enunciativa nos jornais citados, esta pesquisa busca caracterizar os processos de produção de sentidos sobre o Rio de Janeiro, de modo a pensar as seguintes questões: a) de que modo diferentes condições de produção podem silenciar certos sentidos e promover outros nos discursos; b) quais seriam os efeitos de transparência nos discursos desses jornais; c) como e por que alguns sentidos parecem naturalizados em alguns textos e questionados em outros.


Palavras-chave


Memória. Cidade. Discurso jornalístico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2013v16n1p121



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876