“Por onde tá ‘o tu’?” no português falado no Maranhão

Cibelle Corrêa Béliche Alves

Resumo


Este trabalho apresenta uma “fotografia geo-sociolinguística” do português falado no Maranhão no que concerne ao uso de tu e de você. Constituindo-se em um estudo de natureza geo-sociolinguística, ao aliar dois enfoques teóricos da variação regional – a dialetologia e a sociolinguística, a pesquisa verifica a relevância das variáveis sociais e linguísticas no comportamento dos falantes com relação ao uso das formas tu e você. O corpus da pesquisa, constituído a partir do banco de dados do Atlas Linguístico do Maranhão – Projeto ALiMA, é o resultado da aplicação de 28 entrevistas realizadas com informantes de ambos os sexos, agrupados em duas faixas etárias, nos municípios de São Luís e Pinheiro (Mesorregião Norte), Bacabal e Tuntum (Mesorregião Centro) e Alto Parnaíba e Balsas (Mesorregião Sul). A análise dos dados revela que, estatisticamente, o você se mostra como a forma mais frequente no falar maranhense, ao apresentar percentual de 61.6% das ocorrências. A análise mostra ainda que a alternância de tu e você é condicionada pela idade do falante e pela localidade à qual pertence. O tipo de relato também tem forte atuação na seleção das formas investigadas.

Palavras-chave


Geo-sociolinguística; Segunda Pessoa do Discurso; Português Falado no Maranhão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2012v15n1p13



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876