Estratégias de prevenção da AIDS

Maria Ângela Silveira Paulilo, Leila Sollberger Jeolás, Maria do Carmo Manfredini Elisbão

Resumo


O trabalho apresentado é resultado da análise dos dados obtidos no projeto de extensão: "AIDS: da informação e educação à prevenção", realizado pelos Departamentos de Serviço Social, Ciências Sociais e Clínica Médica da Universidade Estadual de Londrina -UEL, em convênio com a Associação Londrinense Interdisciplinar de AIDS-ALIA, de fevereiro a dezembro de 1992. Os objetivos do projeto foram a sensibilização da população para a gravidade da pandemia e a necessidade da adoção de práticas preventivas e seu desenvolvimento se deu através de palestras educativas. O objetivo do presente texto é avaliar o aumento do grau de conhecimento e a predisposição para mudança de comportamento, através de estratégias como a utilizada, ou seja, palestra educativa como mecanismo de prevenção da AIDS. A metodologia utilizada para mensuração dos resultados foi baseada na aplicação de questionários com questões fechadas antes e depois da palestra educativa. A análise dos dados indica que informações básicas sobre AIDS são absorvidas, embora noções pré-concebidas permaneçam. A conclusão aponta para a validade de palestras educativas no estágio inicial de sensibilização para a questão da AIDS. São, no entanto, do ponto de vista do trabalho preventivo, de eficácia limitada, demandando estratégias complementares.



Palavras-chave


HIV/AIDS; Educação em saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.1993v14n3p159

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar