Retração hipertrófica da cartilagem endocondral das metàfises distais da ulna em dogue alemão

Domingos José Sturion, Carmem Lúcia S. Hilst, Antonio Passarella, Nilva Mascarenhas, Roberto Kamide, Josmari Pirólo

Resumo


Os autores relatam um caso de retração hipertrófica da cartilagem endocondral em ambas as metáfises ulnar em cão da raça Dogue Alemão. O animal foi examinado radiologicamente aos sete meses e apresentou marcada deformidade nos membros anteriores devido à retração do crescimento da linha fisária distai ulnar e ó desenvolvimento de cone nas metáfises distais ulnares, sendo mais acentuado no membro anterior direito. O cone apresentava-se como uma faixa radioluscente extendendo dorsalmente com as linhas fisárias, através da região metafisária para o interior da diáfise. Aos 12 meses os membros apresentavam-se deformados, e, posteriormente, aos 18 e 30 meses mostravam alterações secundárias, tais como: retardamento aparente do crescimento com encurtamento ulnar e arqueamento cranial do rádio.



Palavras-chave


Retração hipertrófica da cartilagem endocondral; Ulna distai; Cão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.1985v6n1p13

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar