Aspectos psicológicos e psicopatológicos do envelhecimento

Heber Soares Vargas

Resumo


No presente trabalho mostra-se que as diferentes teorias que procuram analisar o processo de envelhecimento não conseguiram explicar satisfatoriamente o envelhecimento psicológico. Discute-se as dificuldades para uma análise da psicologia do envelhecimento e se encarece a necessidade de se dar maior atenção à potencialidade psicológica que ainda resta ao velho e menor atenção às funções que se deterioram, utilizando-se a técnica de Weschler para calcular o coeficiente de deterioração. Analisa-se rapidamente a psicopatologia do envelhecimento e conclui-se com algumas recomendações úteis para o retardamento do envelhecimento psicológico.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.1981v2n8p203

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar