O preço da força de trabalho: paradigma de análise da política social

Ednéia Maria Machado

Resumo


As análises sobre a política social, sua eficiência e eficácia, fundamentam-se em indicadores de inclusão/exclusão; distribuição/redistribuição da renda. Entendemos que são análises que se limitam ao paradigma capitalista de produção da vida social. Superar os limites capitalistas de análise da política social implica em termos por paradigma o preço da força de trabalho. Os indicadores desse paradigma buscam analisar se as políticas sociais ampliam ou reduzem o preço da força de trabalho.

 

 


Palavras-chave


Trabalho; Preço; Estado; Política social.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2001v22n1p67

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar