Estratégias competitivas inovadoras em empresas do sistema agroindustrial de frangos no Paraná

Marcia Regina Gabardo da Câmara, Raquel Nakazato

Resumo


O estudo identifica e analisa estratégias tecnológicas, competitivas e ambientais de empresas do sistema avícola paranaense no ano de 2000. Após realizar a discussão teórica sobre competitividade e avicultura a partir da literatura econômica, procurou-se verificar a competitividade e a conduta empresarial adotada pelas empresas paranaenses. À época da pesquisa em início de 2000, havia 28 empresas cadastradas e aprovadas pelas autoridades sanitárias. Foram selecionadas de maneira aleatória seis e a aplicação de questionários foi realizada em quatro empresas que permitiram a entrada dos entrevistadores e a divulgação das informações, cujo objetivo era verificar padrões de conduta empresarial inovadoras e inferir o padrão de conduta das 28 empresas instaladas no Paraná. O questionário padrão foi aprimorado a partir de Rizzi (1999). A pesquisa de campo foi enriquecida com informações coletadas em fontes setoriais como ABEF, APINCO, AVIPAR e Comitê de Saúde Sanitária do Estado As companhias dinâmicas da avicultura no Paraná têm crescido acima da média brasileira e elas têm contribuído ao desenvolvimento regional. O sistema avícola no Paraná apresenta tecnologia, qualidade de processo e produto, sanidade animal adaptada, capacidade de adaptação alta para os desejos dos consumidores e as companhias dinâmicas começam a se preocupar com a questão ambiental. Todos os empreendimentos são médios de tamanho, diferentemente do resto de Brasil. Um padrão de conduta heterogêneo foi verificado entre companhias inovadoras voltado para a diversificação, mas as companhias têm foco em redução de custos. As companhias inovadoras, por outro lado, apresentam indicadores de desempenho estáveis, como retorno da atividade avícola, fruto do sucesso das estratégias competitivas adotadas e voltado para a elevação da competitividade nas companhias inovadoras que deverão ser recompensadas, via aumento das suas porções de mercado interno e internacional.

 

 


Palavras-chave


Competitividade; Agronegócios; Estratégias competitivas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2001v22n1p23

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar