A informação estética e a construção textual

Edina Regina Pugas Panichi

Resumo


A presente comunicação tem por objetivo analisar o processo criativo empregado pelo autor Pedro Nava na construção de sua obra Beira-Mar/Memórias 4. A transcriação do pensamento permite aproximar identidades e diferenças naquilo que se pretende exprimir. Produzem-se, assim, novos sentidos e novas estruturas que conduzem à descoberta de novas realidades alargando o sentido da idéia original e, ao mesmo tempo, completando-a criativamente. Criar significa mais do que inventar, mais do que produzir algum fenômeno novo. Criar significa dar forma a um conhecimento novo integrando-o em um contexto global. As idéias passam a interagir com toda uma ampla faixa de pensamentos e sentimentos. Interligam-se aspectos múltiplos e mesmo divergentes entre si que passam a integrar-se numa nova síntese, ampliando a informação estética.

 

 


Palavras-chave


Estilística; Escritura; Crítica genética

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2002v23n1p123

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar