Monitoramento do correio eletrônico em ambiente de trabalho: o conflito entre o poder diretivo do empregador e o direito à intimidade de seu preposto

João Carlos Leal Júnior, Paola Maria Gallina, Valkíria Aparecida Lopes Ferraro, Wesley Tomaszewski

Resumo


O presente artigo tem por escopo discutir o monitoramento praticado por empresários no tocante à utilização das tecnologias da informação por seus prepostos, no ambiente de trabalho, possibilitado pela revolução tecnológica oriunda do processo de globalização. O tema em estudo abrange ainda o confronto de direitos constitucionalmente assegurados na relação entre o empregado e o empregador e o posicionamento adotado pelos tribunais diante da problemática suscitada.

 


Palavras-chave


Empregado; Empregador; Intimidade; Monitoramento; Correio eletrônico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2007v28n1p69

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar