Percepção do envolvimento parental e o desempenho escolar de crianças do Ensino Fundamental I

Júlio Antônio Moreira Gomes, Neide de Brito Cunha

Resumo


Considerando o envolvimento da família na aprendizagem escolar, o objetivo principal deste estudo é o de verificar se há relação entre o envolvimento parental e o desempenho escolar das crianças. Tem ainda, como objetivos secundários, comparar as médias obtidas por escola, por ano escolar, por idade e por sexo. Participaram 112 alunos do Ensino Fundamental I, ambos os sexos, com idades de 8 a 12 anos, do 3º ao 5º ano, de duas escolas públicas de Minas Gerais. Os participantes responderam dois questionários “Questionário sobre avaliação do relacionamento com o pai, na visão dos filhos” e com a mãe, na visão dos filhos. O desempenho escolar foi levantado nas escolas por meio de suas notas nas secretarias das instituições. Os resultados mostraram que somente em relação ao sexo das crianças houve diferenças estatisticamente significativas. Não foram encontradas correlações entre as médias da avaliação do relacionamento com os pais e o desempenho escolar. Esse resultado pode ser o reflexo de que as famílias e a escola não têm agido em conjunto, pela percepção das crianças.

Palavras-chave


Desempenho acadêmico; Envolvimento parental; Ensino fundamental

Texto completo:

PDF

Referências


BANDEIRA, M.; ROCHA, S. S.; PIRES, L. G.; DEL PRETTE, Z. A. P.; DEL PRETTE, A. Competência acadêmica de crianças do ensino fundamental: características sociodemográficas e relação com habilidades sociais. Interação em Psicologia, Curitiba, v. 10, n. 1, p. 53-62, 2006. Disponível em: http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs/index.php/psicologia/article/viewFile/5773/4209. Acesso em: 15 set. 2018.

BORSA, J. C.; NUNES, M. L. T. Aspectos psicossociais da parentalidade: o papel de homens e mulheres na família nuclear. Psicologia Argumento, Curitiba, v. 29, n. 64, p. 31-39, 2011. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/psicologiaargumento/article/view/19835/19141. Acesso em: 15 set. 2018.

BORUCHOVITCH, E.; OLIVEIRA, K. L.; SANTOS, A. A. A. Leitura e desempenho escolar em português e matemática no ensino fundamental. Paidéia, Ribeirão Preto, v. 18, n. 41, p. 531-540, set./dez. 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-863X2008000300009. Acesso em: 15 set. 2018.

BRASIL. Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília, DF: MEC/SEF, 1997. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro01.pdf. Acesso em: 15 set. 2018.

BRONFENBRENNER, U. La ecología del desarrollo humano: experimentos en entornos naturales y diseñados. Barcelona: Editorial Paidós, 2002.

CASARIN, N. E. F.; RAMOS, M. B. J. Família e aprendizagem escolar. Revista de Psicopedagogia, São Paulo, v. 24, n. 74. p. 82-201, 2007. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/psicoped/v24n74/v24n74a09.pdf. Acesso em: 15 set. 2018.

CHRISTOVAM, A. C. C.; CIA, F. O envolvimento parental na visão de pais e professores de alunos com necessidades educacionais especiais. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 19, n. 4, p. 563-582, out./dez. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382013000400007. Acesso em: 15 set. 2018.

CIA, F.; BARHAM, E. J. O envolvimento paterno e o desenvolvimento social de crianças. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 14, n. 1, p. 67-74, 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pe/v14n1/a09v14n1.pdf. Acesso em: 15 set. 2018.

CIA, F.; BARHAM, E. J.; FONTAINE, A. M. G. V. Desempenho escolar e autoconceito de escolares: contribuições do envolvimento paterno. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 29, n. 4, p. 461-470, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/estpsi/v29n4/v29n4a01.pdf. Acesso em: 15 set. 2018.

FANTINATO, A. C.; CIA, F. Envolvimento parental, competência social e o desempenho escolar de escolares. Psicologia Argumento, Curitiba, v. 29, n. 67, p. 499-511, 2011. Disponível em: http://132.248.9.34/hevila/Psicologiaargumento/2011/vol29/no67/9.pdf. Acesso em: 28 mar. 2015.

GOMES, P. G.; NEVES, I.; SILVA, B. Qualidade na educação de infância através do envolvimento parental – Projeto EQuaP. Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación, Coruña, n. 5, 2017. Disponível em: http://revistas.udc.es/index.php/reipe/article/view/reipe.2017.0.05.2675/pdf. Acesso em: 15 set. 2018.

GUIDETTI, A. A.; LIMA, F. F.; BARTHOLOMEU, D.; MONTIEL, J. M.; MACHADO, A. A. Estilos parentais e dificuldades de aprendizagem na escrita: análise de suas correlações. In: CAPOVILLA F. (org.). Transtornos de aprendizagem: progressos em avaliação e intervenção preventiva e remediativa. São Paulo: Memnon, 2010. p. 141-149.

JACOB, A. V; LOUREIRO, S. R. Desenvolvimento afetivo - o processo de aprendizagem e o atraso escolar. Paidéia, Ribeirão Preto, n. 10/11, p. 149-160, fev./ago. 1996. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/paideia/n10-11/11.pdf. Acesso em: 15 set. 2018.

LIMA, A. M.; MACHADO, L. B. O “bom aluno” nas representações sociais de professoras: o impacto da dimensão familiar. Revista Psicologia & Sociedade, Belo Horizonte, MG, v. 24, n. 1, p. 150-159, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822012000100017. Acesso em: 15 set. 2018.

MARTINELLI, S. C. Os aspectos afetivos das dificuldades de aprendizagem. In: SISTO, F. F.; BORUCHOVITCH, E.; FINI, L. D. T.; BRENELLI, R. P.; MARTINELLI, S. C. (org.). Dificuldades de aprendizagem no contexto psicopedagógico. 2.ed. Petrópolis: Editora Vozes, 2002, p. 190-213.

MARTINELLI, S. C.; AGUENA-MATSUOKA, E. C. Um estudo sobre práticas e crenças parentais e o desempenho em escrita de crianças. Educar em Revista, Curitiba, v. 34, n. 69, p. 261-276, 2018. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/educar/article/view/54291/35478. Acesso em: 15 set. 2018.

SARAIVA-JUNGES, L. A.; WAGNER A. Os estudos sobre a relação família-escola no Brasil: uma revisão sistemática. Educação, Porto Alegre, v. 39, n. esp., p. 114-124, 2016. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/848/84850103013.pdf. Acesso em: 15 set. 2018.

SMITH, C.; STRICK, L. Dificuldades de aprendizagem de A - Z: guia completo para educadores e pais. São Paulo: Penso, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2019v40n2p195

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar