Pedagogias queer em ação: personagens de desenhos, questões de gênero e noções de diferença

Adalberto Ferdnando Inocêncio, Moisés Alves Oliveira

Resumo


Nesse artigo, analisamos a constituição de significados de gênero em imagens de algumas personagens de desenhos animados da franquia Cartoon Network Studios. Inspirados pelas perspectias pós-estruturalistas foucaultianas, em sentido amplo e, em sentido estrito, pelas lentes teóricas dos estudos queer, propomos a possibilidade da subversão dos significados dados como postos por uma ordem sexual normativa. Optamos pela metodologia de análise do discurso em articulação com as perspectivas queer como forma de lançar olhares para além das lógicas da normalização, neste caso, priorizando-se as questões de gênero. O objetivo foi esboçar possíveis efeitos de sentido que desenhos animados podem transmitir a seus telespectadores. A análise mostrou que a performatividade de gênero expressa pelas personagens tensionam a ordem sexual normativa, a qual sanciona funções e expressões designadas para cada gênero. Posicionando-se nas fronteiras do que fora atribuído histórica e culturalmente como masculino e feminino, apostamos no fato de que a presença de tais personagens, contracenando em tais superproduções, flexionam noções de diferença no momento mesmo em que, para além de supostamente transitar de um gênero a outro, situam-se mais em territórios hibridos.

Palavras-chave


Estudos queer; Gênero; Personagens

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2015v36n2p31

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar