A satisfação sexual de mulheres jovens considerando dois conceitos: excitação e orgasmo

Andréia Silva Reis, Cristiani Kobayashi

Resumo


A sexualidade feminina é assunto discutido na sociedade atual, porém a satisfação sexual feminina não é comumente estudada. O objetivo deste trabalho foi avaliar a satisfação sexual de mulheres jovens de São Paulo, considerando a excitação e o orgasmo. Foi desenvolvido um estudo de campo descritivo de natureza quanti-qualitativa sobre a satisfação sexual feminina. A população deste estudo foi composta por 60 mulheres com idade entre 18 e 21 anos, sexualmente ativas, aplicando-se um questionário com questões sobre sexualidade. Os resultados apontaram que as mulheres não necessitam alcançar o orgasmo para se sentirem satisfeitas sexualmente, mas ao mesmo tempo preferem alcançá-lo a ficarem extremamente excitadas, conseguiram diferenciar excitação de orgasmo, afirmaram estar mais preocupadas com o prazer do parceiro do que com o seu próprio e creditam a estes a responsabilidade sobre seu prazer. Concluímos que é importante promover outros estudos na área da sexualidade, atentando-se para o público feminino e em especial, para o público adolescente que inicia a atividade sexual cada vez mais precocemente.

Palavras-chave


Sexualidade; Excitação; Orgasmo; Disfunções

Texto completo:

pdf


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0383.2015v36n1p29

Semina, Ciênc. Soc. Hum.

email: seminahumanas@uel.br
E-ISSN: 1679-0383

DOI: 10.5433/1679-0383


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

SalvarSalvarSalvarSalvar