Avaliação da qualidade de produtos contendo Maytenus ilicifolia Mart. ex Reissek – Celastraceae (espinheira-santa) comercializados na cidade de Umuarama – PR

Ariadne Alvares Yokota, Ezilda Jacomassi, Antonio Laverde Junior, Seiko Takemura

Resumo


A Maytenus ilicifolia Mart. Ex Reissek (espinheira-santa), pertencente à família Celastraceae, é usada popularmente para tratamento de gastrite e de úlcera gástrica. O presente estudo teve como objetivo a análise da qualidade de produtos comercializados na cidade de Umuarama/PR, contendo M. ilicifolia. Para tanto, foram adquiridas 31 amostras de ervanários, farmácias de manipulação e dispensação, e supermercados. As amostras se apresentaram das seguintes formas: 11 na forma de cápsulas, 14 na forma de folhas íntegras, duas na forma de sachês, uma na forma de pó e três na forma de extrato fluido. As amostras foram analisadas sob vários aspectos: avaliação das embalagens, determinação de umidade, teor de cinzas totais, avaliação da pureza e análises cromatográficas. Os resultados obtidos na determinação de umidade mostraram que apenas 10,7% das amostras apresentaram-se abaixo do valor permitido na determinação de água (máximo de 6%) e 67,8% das amostras atenderam o teor de cinzas totais (máximo de 8%). Os resultados da cromatografia em camada delgada (CCD) mostraram que apenas 29% das amostras foram identificadas como M. ilicifolia, pela presença de catequinas e epicatequinas. Mais de 50% das amostras analisadas apresentaram alto teor de impurezas. Concluindo, a maioria das amostras analisadas se mostrou inadequada ao consumo, seja pela presença de matéria orgânica estranha, teores de cinzas e umidade, além de as embalagens se apresentarem fora das especificações.


Palavras-chave


Maytenus ilicifolia; Cromatografia; Cinzas totais; Umidade; Catequinas; Epicatequinas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2010v31n2p159

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367