Perfil de médicos ginecologistas/obstetras de Londrina com relação à saúde oral da gestante

Ana Paula Vicente Menoli, Wanda T. Garbelini Frossard

Resumo


Esta pesquisa procura estabelecer um perfil dos médicos ginecologistas/obstetras de Londrina com relação à saúde oral de gestantes, a fim de se obter subsídios para traçar um plano de atuação integrada baseado no conceito de promoção da saúde e no contexto de saúde geral Procurou-se definir alguns dados pessoais e formação profissional e identificar procedimentos de rotina de interesse odontológico aplicados às gestantes (exame oral, encaminhamento ao cirurgião dentista, medidas utilizadas para prevenção da cárie e doença periodontal), e ainda conhecimentos acerca de questões odontológicas sobre etiologia da doença periodontal, dieta e suplementação de flúor. A coleta de dados foi feita por meio de entrevistas, através de questionários. Constatou-se que 90% dos médicos entrevistados relatou avaliar a cavidade oral de suas pacientes gestantes, porém somente a metade adota esse procedimento como rotina; que o controle dietético é largamente utilizado visando manutenção do peso da gestante; que a prescrição de flúor sistêmico é uma prática comum e o veículo mais indicado são os polivitamínicos; e que a maioria dos médicos afirma não ter recebido qualquer tipo de orientação sobre saúde oral em sua graduação ou pós-graduação.



Palavras-chave


Gravidez; Cuidado Pré-Natal; Prevenção; Educação em Saúde Bucal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1997v18n1p34

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367