Aplicação da farmacovigilância na farmácia hospitalar

Dora Sílvia Corrêa de Moraes, Sirlei Luiza Zanluchi

Resumo


A Farmacovigilância tem como objetivo estabelecer características farmacológicas dos medicamentos antes da comercialização. Estes são submetidos a uma série de estados laboratoriais, porém existem efeitos adversos infreqüentes, desconhecidos, ou inesperados que não podem ser avaliados totalmente até que o medicamento utilizado de modo sistemático na pratica clinica. As metas prioritárias devem ser: Detecção precoce dos efeitos adversos; descrever novas reações adversas a medicamentos (RAM) e avaliar seu significado clínico: estabelecera freqüência das RAM: determinar fatores que predispõe ao surgimento da RAM: desenvolver programas de formação e informação sobre RAM; adotar medidas destinadas ao tratamento e a possível prevenção de RAM.. Existem vários métodos para se realizar a farmacoviqilância. O papel do Farmacêutico compreende não só a responsabilidade sobre os medicamentos, mas tampem que estes sejam dispensados através de um sistema racional de distribuição, tendo como meta a dispensação por dose unitária, assegurando o medicamento, na dose e hora certa ao paciente. Cabe ainda favorecer o processo de implantação da Farmacovigilância através da manutenção do uma Central de Informação de Medicamentos visto que esta é requisitada com freqüência para esclarecimentos sobre RAM. Existem países como, por exemplo, a Espanha, onde os profissionais de saúde são obrigados a notificar as RAM de que tenham conhecimento. Economicamente a Farmacovigilância é uma atividade cara, já que deve-se contar com profissionais qualificados e dispor de dados e apoio administrativo A contribuição dos serviços de farmácia é importante para influenciar notificação de RAM observada pelos médicos.



Palavras-chave


Farmacovigilância; Reações adversas; Farmácia hospitalar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1999v20n2p03

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 

Semina: Cências Biológicas e da Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367