Aferição do rendimento escolar dos formandos do curso de enfermagem da Universidade Estadual de Londrina por meio de um teste de múltipla escolha

Lilia Bueno de Magalhães, Olga Chizue Takahashi, Diva Ap. Christofolli, Satoko Kodama Almeida, Zeneide Shoubia, Tiemi Matsuo

Resumo


A aferição do rendimento escolar por meio de testes padronizados é utilizada para se medir aspectos quantitativos da educação. Com o objetivo de se avaliar o rendimento de formandos do curso de enfermagem da Universidade Estadual de Londrina (UEL), em 1993 aplicou-se um questionário com 97 Questões de múltipla escolha. Para se comparares resultados da UEL, o teste foi aplicado em graduandos de seis outras escolas de enfermagem do Estado do Paraná. A média aritmética de 61,1, para os testandos da UEL. foi diferente estatisticamente dos valores obtidos pelas escolas D (x=50,7) E (x=4B,B) F (x=45,3) e não foi para as escolas A, B, C. Quando as médias são analisadas por área de conhecimento, cm saúde pública, doenças transmissíveis e médico cirúrgica, os valores foram de 75,3 , 73,7 e 60,6 que não se apresentaram estatisticamente significantes para as escolas com maior desempenho (A, 6, C). Em psiquiatria, à média foi inferior a 50,0 e não houve diferenças estatisticamente significantes entre as sete escolas. Sugere-se reavaliação do instrumento e novas aplicações.



Palavras-chave


Avaliação educacional; Educação em enfermagem; Testes padronizados.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1999v18n2p71

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367