Fator anti-núcleo e célula L E: análise de 2.299 pesquisas no hospital universitário regional do norte do Paraná

Edna Maria Vissoci Reiche, Marta Mitsumi Zaha-Inouye, Luis Carlos Lucio Carvalho, Roza Hara Manaka, Aparecida de Lourdes Perim Alvarenga

Resumo


Os autores analisaram a pesquisa de fator anti-núcleo (FAN) c célula LE em 2.299 amostras de sangue de pacientes atendidos no Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná, no período compreendido entre março de 1931 a fevereiro de 1966. A técnica para pesquisa do FAN foi imunofluorescência indireta utilizando-se como substrato o creme leucocitário e para a pesquisa da célula LE, a técnica direta (prova do coágulo sanguíneo). Observou-se uma maior positividade para o Lupus Eritematoso Sistêmico (LES) diagnosticado em 41 pacientes (83,6%) e de outras patologias conto associação de LES e Artrite Reumatóide, Púrpura de Henoch-Schonlein, Acidente Vascular Cerebral, Coréia de Sydenham, Hepatite lupóide e Artrite reumatóide soro-positiva, apresentando em cada urna delas um caso positivo (2,04%). A correlação entre os títulos altos de FAN obtidos foi para com os casos de LES, enquanto que nas outras patologias, o título do PAN apresentou-se com valores mais baixos.



Palavras-chave


Fator ano-núcleo; Célula LE; Lupus eritematoso sistêmico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1992v13n2p113

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367