Avaliação qualitativa no uso de medicamentos

Edson Amaral Camargo, Antonio Carlos Zanini, Lílian Ciola-Sanches

Resumo


Em muitos países onde um serviço nacional de saúde ou uma instituição comparável está estabelecida, dados precisos de utilização de medicamentos não estão geralmente disponíveis c frequentemente existe dificuldades de obtê-los. Esta situação insatisfatória é particularmente evidente nos casos onde a preferência por medicamentos para o tratamento de certas doenças, difere substancialmente entro varies países, visto que inexistem informações sobre os benefícios comparativos dos diversos regimes de tratamento. O uso da dose diária definida (DDD) como uma unidade de medida torna possível compilar estatísticas comparativas a qualquer tempo s entre regiões e países, independente de mudanças nos preços e moedas, igualmente diferenças no sortimento de medicamentos. A DDD é definida como a dose média diária presumível para adultos na principal indicação do medicamento. Deve ser enfatizado que a DDD não é a dose recomendável mas, simplesmente, uma unidade técnica de medida



Palavras-chave


Utilização de medicamentos; Serviço de Saúde; DDD

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1991v12n2p79

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367