Distribuição das infecções hospitalares e comunitárias por localização topográfica e etiologia de pacientes atendidos no HURNP no ano de 1988

Dayse de Souza Pauli, Inês Gimenes Podrigues, Márcia Regina Eches Perugini, Noemi Tateiwa, Alair Alfredo Berbert, Cláudio Clementino Camacho Biazin

Resumo


Os autores apresentam a incidência de infecções hospitalares e comunitárias, que foi de 10,36%  e  41,38%, respectivamente em estudo realizado no ano de 1988 no Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná, analisando deforma comparativa sua distribuição topográfica e seus respectivos agentes etiológicos. A taxa das infecções urinárias foi de 17,9%, quando hospitalares, e de 8,25%, quando comunitárias. Nas infecções respiratórias inferiores a taxa foi de 15,84%, quando hospitalares, e de 25,41%, quando comunitária. As infecções cutâneas cinírgicas representaram 17,89% das infecções hospitalares, enquanto as cutâneas não-cirúrgicas foram responsáveis por 18,79% das comunitárias. Quanto aos agentes etiológicos mais frequentes, observou-se que nas infecções hospitalares a Escherichia coli foi responsável por 20,75% dos casos, seguida por Klebsiell sp, 19,33% e por Fseudomonas aemgínosa 16,50%. Nas comunitárias a Escherichia coli foi isolada em 38.40%, a Klebsíella sp em 14,40% e o Staphylococcus aureus em 12.80% dos casos. Analisaram-se, também, alguns procedimentos invasivos relacionados diretamente com essas infecções; nas infecções urinárias observou-se incidência de 1,40% de infecção hospitalar, de maneira geral, e 7,40%, quando relacionada a alguma manipulação de vias urinárias, ocorrendo o mesmo com as infecções broncopulmonares hospitalares, em que a taxa global foi de 1.64%, alcançando, todavia, 7,42% nos pacientes submetidos a procedimentos invasivos das vias respiratórias. Os autores ressaltam a necessidade de constante preocupação por parte de toda a equipe médica e dos membros da Comissão de Controla de Infecção Hospitalar quanto ã indicação de procedimentos invasivos, assim como máximo rigor nas técnicas de assepsia, anti-sepsia, esterilização e nos procedimentos invasivos.



Palavras-chave


Infecções hospitalares; Topografia; Etiologia; Procedimentos invasivos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1990v11n2p79

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367