Estudo bacteriológico do suco duodenal e das fezes de 67 crianças diarréicas

Vera Lúcia Cortez Mostaço, Luiz Rachid Trabulsi, Ulysses Fagundes Neto

Resumo


O suco duodenal e as fezes de 07 crianças diarréicas focam estudados simultaneamente, com o objetivo de verificar quais os enteropatógenos que poderiam colonizar o intestino delgado, durante um estágio diarréico. O suco duodenal foi obtido através de intubação naso-duodenal com sonda nasogástrica estéril. Ambos os materiais foram estudados microbiologicamente através de métodos convencionais, fazendo-se também a. contagem de colônicas/ml para o líquido intestinal. Obtivemos resultados positivos em 9 (13,43%) das 67 culturas de suco duodenal e em 42 (62,69%) das 67 coproculturas. Somente dois dos microrganismos que colonizam o intestino delgado foram isolados do suco duodenal, isto é, Escherichia Coli enteropatogênica clássica (EPEC) e Salmonella. EPEC foi enteropatógeno isolado mais frequentemente, tanto do suco duodenal, em 7 casos (10,45%), quanto das fezes, em 23 casos (34,33%). Os sorogrupos 055 e 0111 foram os mais freqüentes. O não isolamento de outros enteropatógenos do suco duodenal poderia ser atribuído ao nível do intestino delgado, onde se procedeu a coleta, bem como ao estágio em que se encontrava a diarréia,. A ausência de outros germes do suco duodenal não indica que estes não colonizem o intestino delgado, em algum dos seus vários níveis anatômicos.



Palavras-chave


Intestino delgado; Colonização do duodeno; Microrganismos enteropatogénicos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1987v8n2p80

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367