Prevalência da leishmaniose tegumentar americana no norte do estado do Paraná: aspectos clínicos e epidemiológicos

Therezinha Monteiro Pullin, Edna Maria Vissoci Reiche

Resumo


Com bases nos registros da Superintendência de Companhias do Ministério da Saúde-Regional da Paraná (SUCAM-PR) de 507 casos de Leishmaniose Tegumenrar Americana (LTA) referentes ao período de janeiro a dezembro de 1986 e nos registros de 31 pacientei atendidos no Setor de Imunologia Clínica do Hospital Regional do Norte do Paraná - HURNP, no período de meio de 1985 a dezembro de 1986, realizou se um estudo retrospectiva com o objetivo de determinar a prevalência e estudar a epidemiologia desta parasitose nos municípios do norte do Estado do Paraná. Os dados revelaram que os municípios de maior porcentagem de casos notificados foram: Jussara (18.11%), Cianorte (12,22%), Terra Boa (10,65%), Engenheiro Beltrão (-5,37%), Londrina (5,12%) e São Jorge do Ivaí (4,33%). A maioria destes municípios são contínuos entre si, formando áreas endêmicas principalmente no Vale do Rio Iavaí.. Analisou-se também 31 casos de L.T.A., relacionando a parasito-se com a idade, sexo, cor, local e aspecto clinico das lesões e profusão dos pacientes acometidos.



Palavras-chave


Leishmaniose Tegumenrar americana; Epidemiologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1987v8n2p53

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367