Ação quimioprotetora do chá verde em ratos tratados com dietilnitrosamina

Wanderlei Onofre Schmitz, Dirceu Estevão, Rubens Cecchini, Alexandre Saito, Halha Ostrensky Saridakis

Resumo


O chá verde (Camellia sinensis) e seus principais componentes, as catequinas, apresentam várias atividades biológicas, dentre elas a ação antioxidante e quimioprotetora contra agentes hepatotóxicos, como a dietilnitrosamina (DEN), um conhecido agente citotóxico. Este trabalho tem como objetivo avaliar e compreender os mecanismos da ação do extrato do chá verde (ECV), como agente antioxidante e quimioprotetor. Foram realizados testes in vivo com ratos Wistar machos utilizando o ECV a 2% (2mg/100mL) via oral, como única fonte de água, durante 35 dias. Para verificar a capacidade antioxidante e quimioprotetora do ECV utilizou-se a DEN (200mg/kg) como agente lesivo. Os resultados indicam que o chá verde, nas doses próximas as que são ingeridas pela população, não é capaz de inibir significativamente a lesão causada pela alta dose da DEN, mas os resultados indicaram uma tendência à quimioproteção, sugerindo que o chá verde pode agir como substância preventiva mesmo em baixas doses, frente a um agente hepatotóxico classicamente conhecido.

Palavras-chave


Camellia sinensis; Quimioprotetor; Catequinas; Dietilnitrosamina.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2011v32n2p223

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367