Controle biológico de Culicidae (Díptera) por Copelatus SP. N. (Coleóptera Dytiscidae) na floresta amazônica

José Lopes

Resumo


Existem na literatura inúmeras citações, referentes a Coleópteras da família Dytiscidae, incriminando-os como predador de larvas de Culicidae. Foi introduzido em uma área de mata primaria recipiente contendo água, com o objetivo de identificar um predador para as larvas de mosquito. Coletou-se um Dytiscidae, espécie nova do gênero Copelatus que exerce ação predatória sobre as larvas de mosquito. Estudou-se seu comportamento em campo observando-se a colonização dos recipientes e sua atuação positiva no controle de Culicidae. Em laboratório foi estudado Fatores de Resistência a dessecação, dispersão, respiração aquática, comportamento frente a outro predador e influência sobre o desenvolvimento das larvas de Culicidae. Copelatus mostrou-se eficiente agente de controle biológico das larvas de Culicidae em pequenos reservatórios de água.



Palavras-chave


Dytiscidae; Copelatus; Culicidae; Controle biológico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1986v7n2p49

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367