Módulos instrucionais: uma experiência no ensino de imunologia clinica

Edna Maria Vissoci Reiche

Resumo


O estudo envolveu a testagem de um modelo de ensino individualizado - instrução modular - em dez alunos da disciplina de Imunologia Clínica, do curso de Farmácia e Bioquímica da Universidade Estadual de Londrina. Teve como objetivos avaliar a utilização da instrução modular e seus efeitos, em termos de rendimento acadêmico, iniciativa e participação dos alunos, bem como verificar a opinião dos mesmos em relação à instrução modular e também correlacionar a variável rendimento acadêmico com as variáveis iniciativa e participação dos alunos, quando submetidos ao ensino da Imunologia Clínica, através da instrução modular. Os resultados evidenciaram um rendimento acadêmico igual ou superior ao critério mínimo de 80%, estipulado pela pesquisadora. Ao mesmo tempo, os alunos demonstraram níveis significativos de iniciativa e participação, tendo como valores mínimos 51,3% e 73,8%, respectivamente. Conclui-se que a instrução modular mostrou serum método de ensino individualizado eficiente para o ensino da disciplina de Imunologia Clínica

 


Palavras-chave


Instrução individualizada; Módulos instrucionais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1985v6n3p112

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367