Espondilose deformante na região lombo-sacra em bovinos. Relato de dois casos

Domingos José Sturion, Laurenil Gaste, Eudes Esteves do Nascimento

Resumo


Descreve-se neste, trabalho os aspectos clínicos, radiológicos, e anátomo-patológicos de dois casos de Espondiloses Deforman-tes na região lombo-sacra em dois touros da raça Holandesa. Constatados os sintomas clínicos ministrou-se o tratamento com Novalgina, Predef Bituelve 15.000 e Solução Glicoflsiolôgica a 5%, mas não houve a resposta desejada. Ó quadro agravou-se pelo desenvolvimento de hipotonia de rümen e timpanismo embora medicados por via esofágica com Sulfato de Magnésio + Cloreto de Magnésio e Blo-trol O óbito dos touros ocorreram 3 e 5 dias após os sintomas iniciais. Ao exame necroscôpico encontrou-se extenso hematoma em fase de organização que envolvia as últimas vértebras lombares e primeiras sacrais. Em Dissecções mais profundas, detectou-se moderada protuberância óssea na porção de tais vértebras lombares e sacrais. Os segmentos vertebrais foram submetidos ao exame radiográfico. Este evidenciou, com precisão, extensa proliferação de osteófitos, constituindo uma massa óssea difusa que unia ventralmente as últimas vértebras lombares. Pela revisão da literatura, sobre o assunto, conclui-se que a ocorrência de Espondilose em reprodutores bovinos, mantidos em regime intensivo de coleta de sêmen, através de monta, se deve à constante exigência dos movimentos de flexão e extensão da coluna vertebral desses animais, no salto, no coito e na descida do manequim.



Palavras-chave


Espondilose deformante; Bovinos; Vértebras lombo-sacral.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1985v6n1p32

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367