Residência médica em pediatria

Eduardo de Almeida Rego Filho

Resumo


Pesquisa sobre a Residência Médica em Pediatria no Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná. Foi elaborado um formulário com 23 questões e enviado aos ex-residentes de Pediatria para obter-se dados sobre suas situações, assim como conhecer a opinião desses ex-alunos sobre o curso de Residência Médica, opinião esta emitida após um tempo variável de exercício profissional. Concluiu-se que este esquema de avaliação deve ser realizado periodicamente, pois a análise dos dados obtidos pode sugerir modificações no curso. Observou-se que os dados referentes ao local onde o profissional exerce atividade e o número de cidades nas quais exerceu sua profissão podem medir a maior ou menor saturação do mercado de trabalho e que o pouco conhecimento que o residente, ao final do curso, possui sobre o relacionamento médico-paciente, mercado de trabalho e Previdência Social são fatores que podem gerar ansiedade no profissional. Devem, portanto, ser criadas situações para discutir, durante o curso, esses e outros temas considerados importantes pelo ex-aluno, a fim de melhorar cada vez mais o curso de Residência Médica.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1982v3n10p151

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367