Estudo da prevalência de mastite bovina

Ernst Eckehardt Muller

Resumo


 

Examinaram-se 235 vacas em lactação procedentes de 9 propriedades do município de Londrina, Pr., Brasil, das quais 102 (43.4%) apresentaram reação positiva ao Viamão Mastite Teste. Do leite destas 102 vacas isolou-se agentes patógenos em 85 (83,3%) o que nos dá uma prevalência de mastite de 36,2% sobre o total dos animais examinados. Encontrou-se os seguintes agentes etiológicos: Staphylococcus aureus (18,3%), Streptococcus sp (12,8%), Corynebacte-rium pyogenes (1,3%), Escherichia coli (0,8%) e mistas por Staphylococcus aureus e Streptococcus (3%).

 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.1978v1n1p47

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367