Atividade antimicrobiana de frações da própolis vermelha de Alagoas, Brasil

Walfrido Bispo Junior, Emilia Oliveira Miranda, Valter Alvino, Brancilene Araujo, Denise Wanderlei Silva, Zenaldo Porfirio

Resumo


A própolis vermelha, como é conhecida popularmente, é uma própolis recentemente encontrada no Brasil e tem potente ação biológica. O presente trabalho avaliou a atividade antimicrobiana do extrato etanólico e das frações hexânica, clorofórmica e acetanólica da própolis proveniente de apiário do estado de Alagoas. As linhagens microbianas utilizadas foram: Shigella flexneri, Proteus vulgaris, Staphylococcus, Klebsiella pneumoniae, Proteus mirabilis, Pseudomonas aeruginosa, Staphylococcus aureus, Escherichia coli e Candida albicans. O extrato etanólico apresentou atividade antimicrobiana frente a cepas gram-positivas (100%), gram-negativas (62,5%) e fúngicas (100%), com eficiência em 76,9% em todas as espécies testadas. A fração hexânica mostrou eficiência em 76,9% das espécies, semelhante ao extrato bruto; já a fração clorofórmica mostrou atividade frente a 92,3% das espécies analisadas, sendo Klebsiella pneumoniae a única espécie resistente. A fração acetanólica foi a fração que apresentou melhor atividade antimicrobiana com eficiência em 100% das espécies analisadas. Perante Candida albicans, observamos excelentes resultados, principalmente para a fração acetanólica, na qual a concentração inibitória mínima (CIM) se compara aos valores encontrados para as bactérias gram-positivas. Assim, as frações de própolis vermelha apresentaram excelente atividade antimicrobiana, principalmente frente a microrganismos gram-positivos e Candida albicans. Além disso, observamos que a fração acetanólica destacou-se como um promissor produto biotecnológico.

Palavras-chave


Própolis vermelha; Atividade antibacteriana; Atividade antifúngica; Frações.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2012v33n1p3

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367