Caracterização e cultivo de uma espécie de cogumelo silvestre isolado no Brasil

Cristina Sayuri Maki, Luzia Doretto Paccola-Meirelles

Resumo


Visando a busca e a domesticação de basidiomicetos ainda inexplorados, coletou-se cogumelos silvestres em regiões de pastagens e próximos a esterco de gado no município de Tamarana, PR. Um basidiomiceto comestível da ordem Agaricales foi classificado como pertencente à espécie Macrolepiota bonaerensis (=Lepiota procera, forma bonaerensis (Speg.) Rick ou M. procera (Scop.:Fr.) Sing.). O micélio foi isolado e caracterizado em relação à taxa de crescimento em diferentes meios de cultura. Observou-se um crescimento vigoroso em meio BDA (pH 5, ±25°C). O meio de aveia foi o mais adequado para cultivo submerso. O micélio de M. bonaerensis secreta enzimas dos tipos lipase, celulase e protease, e as análises citológicas confirmaram a condição binucleada do micélio, a presença de septos e de grampos de conexão nas hifas. A frutificação dos cogumelos ocorreu no substrato constituído de húmus + terra (1:9) esterilizados, acrescido de terra de cobertura e carvão ativado.


Texto completo:

Sem título


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2002v23n1p77

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367