Avaliação da resistência à ruptura por tração entre resina composta e diversos adesivos dentinários

Fátima Cristina de Sá, Guilherme Augusto de Barros Nolasco, Jorge Augusto César, Raul Santos de Sá, Patrícia Dias

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi investigar in vitro a resistência de união entre uma resina composta e nove sistemas adesivos dentinários. Os adesivos estudados foram assim agrupados: Single Bond/3M (G1), Etch & Prime 3.0/ Degussa (G2), Bond 1/Jeneric/Pentron (G3), Prime & Bond 2.1/Dentsply (G4), OptiBond FL/Kerr (G5), Stae/SDI (G6), Snap Bond/Copalite (G7), Prime & Bond NT/Dentsply (G 8), Scotchbond Multi Purpose Plus/3M (G9). O Grupo controle (G10). foi confeccionado somente com a resina composta (Z100/3M). Foram confeccionados 100 espécimes, 10 para cada grupo. Houve diferenças estatísticas significantes entre os grupos. O grupo 3 foi o que mostrou a mais alta resistência em comparação aos nove testados. O grupo controle (G10) apresentou a mais alta resistência entre todos os Grupos.

 

 


Palavras-chave


Resina Composta; Sistemas adesivos; Resistência à tração.

Texto completo:

Sem título


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2002v23n1p67

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367