Análise crítica das indicações de transfusões sangüíneas em cirurgias

João Paulo Souto Grando, Élbens M. Minoreli de Azevedo, Vanessa Oliveira de Souza, José D’Oliveira Couto

Resumo


Os vários fatores que precipitam uma transfusão sanguínea nos hospitais são chamados de “gatilho da transfusão”. O objetivo da reposição de sangue no perioperatório é manter níveis satisfatórios de hemoglobina e de volume sanguíneo para uma adequada oxigenação tecidual. Os fatores de coagulação são importantes nas disfunções de coagulação. O ideal é evitar-se ou promover-se uma melhor transfusão em pequenas quantidades e com menor risco. Trabalhos recentes questionam os padrões previamente considerados aceitáveis para a transfusão sanguínea. Produtos substitutivos para o tratamento do choque hemorrágico, bioprodutos do sangue e as indicações baseadas em parâmetros laboratoriais e clínicos são analisadas e discutidas nesta revisão.

 


Palavras-chave


Transfusão; Sangue; Choque hemorrágico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2005v26n1p65

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367