Capacidade funcional de idosos restritos ao domicílio, do conjunto Ruy Virmond Carnascialli, Londrina/PR

Celita Salmaso Trelha, Tatiana Nakaoski, Simone Silveira Franco, Mara Solange Gomes Dellaroza, Kiyomi Nakanishi Yamada, Marcos Cabrera, Arthur Eumann Mesas, Carlos César Benes Gaetan

Resumo


A incapacidade funcional é definida pela presença de dificuldade no desempenho de atividades da vida cotidiana ou mesmo pela impossibilidade de desempenhá-las. O objetivo do estudo foi avaliar a incapacidade funcional de idosos restritos ao domicílio. Participaram deste estudo 104 idosos acima de 60 anos, da área de abrangência da Unidade Básica da Saúde(UBS) do Conjunto Habitacional Ruy Virmond Carnascialli, Região Norte da cidade de Londrina/PR. Para a coleta de dados, foi utilizado um questionário sócio-demográfico e o Functional Autonomy Measurement System, instrumento composto por 29 aspectos divididos em cinco domínios: Atividade de Vida Diária, Mobilidade, Comunicação, Função Mental e Atividade Instrumental de Vida Diária. Para o tratamento estatístico dos dados, foi utilizado o programa Epi Info 6.04b e software Excel da Microsoft. A amostra constituiu-se predominantemente por idosos do gênero feminino e com média de idade de 75,8 ± 8,1 anos. Em relação às atividades de vida diária, os idosos mostraram-se dependentes principalmente no banho 29 (27,9%), no cuidado pessoal 22 (21,1%) e higiene 22 (21,1%).No domínio mobilidade a maior incapacidade foi em relação a locomoção externa 28 (26,9%). A visão foi o item mais comprometido entre os idosos, sendo que 60 (57,7%) referiram ter dificuldade ou precisarem de auxílio/supervisão. Já em relação à atividade instrumental de vida diária, fazer compras e utilizar o telefone foram as atividades que obtiveram a maior porcentagem de dependência, 53,8% e 42,3% respectivamente. Os resultados mostraram a necessidade de estratégias efetivas para a prevenção e reabilitação do declínio funcional.

 


Palavras-chave


Idosos; Incapacidade funcional; Domicílio; Atividades de vida diária; Atividades instrumentais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2005v26n1p37

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367