Produção de anticorpos policlonais para lectina de hemolinfa de Anticarsia gemmatalis

Fernanda Bovo, Rogério Fernandes de Souza, Daniel R. Soza-Gomez, Flávio Moscardi, Fábio Eduardo Paro, Eiko Nakagawa Itano, Mario Augusto Ono

Resumo


A lagarta de Anticarsia gemmatalis promove extensos danos na cultura da soja e seu controle é geralmente baseado na aplicação de inseticidas químicos. Devido aos riscos à saúde humana, animal e ao meio ambiente, métodos alternativos de controle tem sido desenvolvidos como o bioinseticida Baculovirus anticarsia. Há relatos de desenvolvimento de resistência em populações de A. gemmatalis submetidas, em laboratório, ao tratamento com baculovirus durante várias gerações. Os insetos apresentam mecanismos elaborados de proteção contra agentes infecciosos, como as lectinas, que atuam como moléculas de reconhecimento. Assim, o objetivo deste estudo foi desenvolver anticorpos policlonais para lectina de A. gemmatalis. A atividade de lectina de hemolinfa de lagartas de A. gemmatalis foi avaliada frente a hemácias humanas, de coelho, camundongo, carneiro e boi em ensaio de hemaglutinação. Apenas as hemácias de bovino não foram aglutinadas pela lectina. As hemácias de coelho apresentaram maior reatividade com a lectina (1:512) e portanto os anticorpos policlonais foram produzidos em coelho imunizado com hemácias autólogas sensibilizadas com lectina. O anticorpo anti-lectina apresentou título de 1:8 em reação de precipitação em gel. Assim, nesse estudo foi possível produzir anticorpos para lectina de A. gemmatalis sem necessidade de emprego de técnicas dispendiosas de purificação.

 


Palavras-chave


Anticarsia gemmatalis; Hemolinfa; Lectina; Anticorpo policlonal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2005v26n1p31

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367