Araneofauna capturada na mata e área aberta adjacente, no norte do Paraná, Brasil

José Lopes, Fernando Pereira dos Santos, Viviani Vieira Marques Marçal, Maria Paula Barion Pinto Nunes, Lizandra Lucy Catelli

Resumo


Os aracnídeos compõem um grupo exclusivamente predador. O hábito alimentar faz com que o artropoda locomova-se em busca da caça ou construa armadilhas com fios de seda. Buscando conhecer a araneofauna do Parque Estadual Mata dos Godoy, foram instaladas armadilhas tipo ptiffal dentro da mata, borda e área adjacente, com vegetação predominantemente formada por gramíneas. As coletas eram realizadas quinzenalmente, no período de um ano, separando o coletado em diurno e noturno. Foram coletados 121 indivíduos, pertencentes a 18 famílias, das quais as famílias Lycosidae e Theridiidae foram as mais abundantes, embora a família Lyniphiidae tenha predominado na área de mata. Houve maior freqüência de indivíduos jovens. Conclui-se que a maior freqüência e abundância de indivíduos jovens pode estar diretamente relacionada a sua dispersão e, além disso, as aranhas pertencentes as famílias Lycosidae, Zoridae e Theridiidae, podem ser utilizadas como bioindicadores.

 


Palavras-chave


Araneae; Diversidade; Ptifall.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2008v29n1p41

Direitos autorais 2016 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367