Equilíbrio de idosas após aplicação de diferentes protocolos de exercícios

Carine Muniz Souza, Isabela Coelho Baptista, Lauane Pereira Cardoso, Marcela Teixeira Martins, Priscila de Oliveira Januário, Ariela Torres Cruz

Resumo


O processo de envelhecimento é descrito por modificações senis ou senescentes, que podem ocasionar déficits do equilíbrio e distúrbios da marcha que possibilitam a ocorrência de quedas e limitações funcionais em indivíduos idosos, principalmente do gênero feminino. O objetivo do trabalho foi comparar a influência de dois protocolos de exercícios no equilíbrio de idosas. Participaram da pesquisa 15 idosas divididas em dois grupos: grupo A, submetido à exercícios ativo-resistidos, e grupo B, que realizou exercícios proprioceptivos. Ambos os grupos realizaram o tratamento duas vezes por semana durante dois meses, e foram avaliados antes, imediatamente depois e um mês após a realização dos protocolos através da Escala de Equilíbrio de Berg. Após o tratamento proposto e um mês após o seu término, houve aumento do equilíbrio no grupo A (p=0,0373 e p=0,0221 respectivamente) e grupo B (p=0,0175 e p=0,0009 respectivamente). Não foi possível verificar diferença entre os grupos ao comparar os tratamentos propostos. Concluímos que os protocolos de exercícios aplicados aumentaram significativamente o equilíbrio das idosas participantes do estudo, porém, sem diferença significativa.

Palavras-chave


Idoso; Equilíbrio postural; Fisioterapia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0367.2018v39n2p153

Direitos autorais 2019 Semina: Ciências Biológicas e da Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Semina: Ciênc. Biol. Saúde

email: seminabio@uel.br

Londrina - PR
ISSN Print: 1676-5435

EISSN: 1679-0367